Samba

Origem do Samba

O samba é um gênero musical, do qual deu origem a um tipo de dança de raízes africanas. O samba surgiu na Bahia no século XIX, sendo considerado uma das principais manifestações culturais populares brasileiras. Existem algumas narrativas, acerca da origem do termo “samba”. Uma dessas versões sustenta que o termo é originário da palavra “Zambra” ou “Zamba”, procedente da língua árabe, no século VIII. Há ainda uma versão que afirma que a palavra samba vem de outra palavra africana “semba” que significa umbigada, possivelmente originada da Angola ou Congo de onde vieram a maior parte dos escravos para o Brasil. Um dos relatos mais antigos da origem do samba, surgiu na revista satírica pernambucana “O Carapuceiro” em 03 de fevereiro de 1838.

Características do Samba

Por muito tempo na história do Brasil, o termo “batuque” era intitulado a qualquer manifestação que reunisse canto, dança e instrumentos musicais usados pelos escravos, chamado de festejos. Esse sentindo amplo da dança permaneceu na literatura colonial até o século XX, quando o termo “samba” passou a superar o termo batuque. Mas foi em meados do século XIX, que a palavra “samba” definia diferentes ritmos de músicas introduzidas pelos escravos africanos, sempre com vários tipos de batuques, porém em cada estado brasileiro assumia uma característica própria, não só pela diversificação das tribos africanas, mas também pela peculiaridade de cada região em que foram estabelecidos. Dentre suas características originais está a maneira onde a dança é acompanhada por frases melódica e refrões de criação anônima. Essas características deu alicerce ao samba de roda, surgido na Bahia e levado na segunda metade do século XIX para o Rio de Janeiro pelos negros trazidos da África que se estabeleceram na Capital do Império.

O ssamba-pandeiroamba como gênero musical é compreendido como uma revelação urbana do Rio de Janeiro, onde essa configuração nasceu e se desenvolveu entre o final do século XIX e as primeiras décadas do século XX. Foi no Rio de Janeiro que os escravos livres praticavam essa dança que incorporou outros ritmos musicais tocados na cidade. Ainda que existissem várias formas de sambas regionais, o samba carioca urbano saiu da categoria local para ser conhecido como símbolo da identidade nacional brasileira no mundo inteiro. O nome Brasil é diretamente ligado ao samba. Desde 1930 o samba cresceu, modificou-se, atualizou-se sem perder a essência e a sua raiz e, ao longo de todos esses anos vem tornando patrimônio imaterial do Brasil.

Por essas que os brasileiros são conhecidos por ter o samba no pé, que é aquele samba que se dança sozinho, ou em uma roda. Diferente do samba de gafieira que é dançado em par. Além disso, é no Brasil que ocorre o desfile de escolas de samba no auge da popular e conhecida festa Carnaval. Neste desfile são tocados os sambas-enredo, onde cada escola conta uma história, e carros alegóricos, passistas e alas desfilam na avenida.

Os instrumentos mais conhecidos e utilizados para compor o samba são: cavaquinho, violão, tambores, cuíca, surdo, tamborim, pandeiro, repique e tan tan.