Samba de Gafieira

Origem do Samba de Gafieira

GafieiraO Samba de Gafieira é um estilo de dança de salão, oriundo do Maxixe. A dança surgiu no Rio de Janeiro no século XX como um ritmo urbano, e se desenvolveu em sua origem como forma de dança acompanhada de versos e refrões criada anonimamente.

O Samba de Gafieira foi propagado pelos negros que migraram da Bahia para o Rio de Janeiro na segunda metade do século XX, se instalando nos bairros cariocas da Gamboa e da Saúde. Outros gêneros faziam parte da cidade como o Maxixe, a Polca, O Xote e o Lundu, esses ritmos foram se agregando à dança. Nessa época surgiu o termo “Partido Alto” que indicava de maneira informal aqueles que possuíam grande conhecimento e qualidade dos antigos formatos do samba.

De origem africana, ritmo forte, envolvente e característico, o samba se tornou um símbolo no Brasil. O Samba de Gafieira não era bem visto pela sociedade, pois não correspondia à moral e aos bons costumes da época, talvez por ressaltar a sensualidade e o gingado da mulher, ou por ser costumeiramente dançado em cabarés naquele tempo. Habitualmente esses locais que começaram a aparecer no século XIX e início do século XX em diante, eram destinados a pessoas de classe mais humildes. Os locais onde se dançavam passou a se chamar Gafieira, hoje se dança também em salões. O Samba de Gafieira, como ficou conhecido, é a maneira de se dançar a dois que diferencia do Samba no Pé.

Características do Samba de Gafieira

A dança sofreu várias transformações, e nos dias de hoje a dança é considerada elegante e técnica, porém se mantém a “malandragem” e desenvoltura do bailarino e a bailarina esbanja sensualidade e molejo dos quadris.

A coreografia é acompanhada de música em compasso binário e ritmo sincopado. Uma das principais características a ser observadas no estilo Samba de Gafieira, é a atitude do bailarino frente a sua dama: malandragem, proteção, exposição à elegância e ritmo. No momento da dança o homem conduz a sua dama e nunca o contrário.

Dançando, o citado “malandro” sempre protege a dama, dá a ela espaço, exibindo-a ao salão e ao mesmo tempo impedindo que outro homem venha tirá-la para dançar.

Como gênero musical o Samba de Gafieira, é composto pensando nos passos dos dançarinos. Esses gêneros incluem: o Samba-Choro (especialmente o chamado Choro de Gafieira), o Samba de Breque e o Samba Sincopado.