Ritmos

Será que já paramos para pensar que o ritmo está em tudo em nossa vida, desde a batida de nosso coração, até uma simples caminhada?

Mas, em grande parte das vezes, quando falamos em ritmo a primeira palavra que vai à mente da maioria das pessoas é música, que para dançarinos vem acompanhada da dança. Afinal, uma coisa está completamente ligada à outra, pois o corpo se movimenta de acordo com as batidas da música, e de forma ritmada, o que torna a música e a dança elementos inseparáveis.

O ritmo é a mistura de sons e movimentos repetidos dentro de um determinado tempo. Na dança, os movimentos seguem os sons e o que determina o tipo de dança são as batidas das músicas, e até mesmo os instrumentos utilizados.

A dança existe desde as civilizações mais antigas, sendo realizadas em comemorações de eventos importantes, e era privilégio de poucos. Hoje ela é utilizada como forma de entretenimento, interação social, e até mesmo para tratamentos.

As danças e os ritmos (músicas) foram evoluindo ao longo da história e, suas batidas e movimentos foram mudando e criando novos ritmos e tipos de danças. É comum alguém citar algum ritmo de dança que nunca sequer ouvimos falar, isso porque há uma infinidade deles.