Por que rodar o salão?

0

Certamente, muitos já ouviram falar em rodar o salão nos bailes de dança de salão, certo? Mas você sabe o porquê?

Se não, vamos te explicar. Essa orientação surgiu já há bastante tempo, pois muitos casais sofriam com problemas de choques e desencontros durante os bailes de dança de salão. Com isso, foi determinado que todos os casais se deslocassem pela parte periférica da pista de dança, no mesmo sentido, permitindo que a dança fluísse melhor no salão, como uma fila em círculo e dentro do ritmo da música (claro!). Dessa forma, o centro da pista fica livre para os casais iniciantes, aqueles que preferem dançar executando os passos nos mesmo lugar e para até mesmo um novo círculo de dançarinos em caso de bailes cheios.

Por que o sentido anti-horário?

Sabemos que devemos girar o salão sempre no sentido anti-horário. Isso foi estipulado, pois notava-se que, naturalmente, os cavalheiros canhotos deslocavam-se para o lado esquerdo e os destros para o lado direito durante a execução da dança. Como a maioria eram destros, permaneceu, então, o lado direito. Sempre! Jamais o sentido contrário. A não ser que haja espaço para alguns passos em marcha ré, mas, ainda assim, com cuidados redobrados, para caso surja algum outro casal que venha de trás.

Há quem diga que método surgiu devido às regras das competições de danças, mas também com o objetivo de organizar como uma forma de evitar riscos.

O importante é permitir que a dança de salão tenha fluidez, pois a dança é deslocamento. Então, vamos rodar o salão e transformar o baile em um grande e lindo balé para que, acima de tudo, todos saiam a salvos! E lembre-se sempre: ocupe apenas o espaço que cabe a você. Evite colisões, proteja a sua dama e as damas dos cavalheiros próximos a você.

Tenham excelentes bailes!

Compartilhe

Deixe seu comentário